segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

"Dá-me prazer sonhar com as ideias e fazê-las crescer"



O nosso fisioterapeuta Marco Clemente é o rosto da primeira edição da Bwizer Magazine. Leia a entrevista, clicando nas imagens (melhor resolução), e conheça o homem que um dia sonhou com a Physioclem. 





 - Novembro de 2017 -



sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Fisioterapeutas participam em curso da Liga Portuguesa Contra o Cancro




As nossas fisioterapeutas Sara Lourenço (Alcobaça), Jessica Margarido (Caldas da Rainha) e Joana Vieira (Leiria) participaram no curso "Tratamento Físico do Edema - Fisioterapia em Oncologia", organizado pela Liga Portuguesa Contra o Cancro, tendo como base o Método Leduc. A formação decorreu entre os dias 25 e 30 de novembro. 

Sara Lourenço testemunha que foi uma semana enriquecedora e de ganho de competências na área da Drenagem Linfática em Oncologia, bem como na área da estética. 
Sob a condução do Professor Doutor Nuno Duarte, as fisioterapeutas sentem-se felizes pela conclusão do 1º módulo deste curso, ansiando já pelo próximo. "Trata-se de uma excelente ferramenta de trabalho em prol de utentes que beneficiam deste tipo de terapia", acrescenta.




I Módulo
• Fisiologia do sistema linfático
• Anatomia estrutural do sistema linfático
• Anatomia topográfica do sistema linfático (membro superior, m
embro inferior, cabeça e pescoço, órgãos genitais)
• Fisiopatologia do sistema linfático
• Drenagem linfática manual (membro superior, membro inferior, cabeça e pescoço, órgãos genitais)
• Teoria e prática de bandas multicamadas (membro superior, inferior, cabeça e pescoço, contenção do edema genital)
• Contracção muscular no tratamento do linfedema
• Pressoterapia no tratamento do linfedema  
• Prevenção do linfedema  
• Diagnóstico em linfologia  
• Avaliação do edema
• Fase de manutenção no tratamento do linfedema  
• Casos clínicos
• Drenagem linfática manual em estética


Método Leduc
O Prof. Albert Leduc criou e desenvolveu um método de tratamento para o linfedema com bases científicas, sendo actualmente aceite pela prática médica científica. Ao longo das últimas décadas, o Prof. Leduc, tem sido convidado por diferentes instituições a nível internacional, para o ensino do seu método. Foi, ainda, fundador do Grupo Europeu de Linfologia (GEL), sendo actualmente membro honorário da E.S.L (Sociedade Europeia de Linfologia). 


O II Módulo decorre de 6 a 8 de janeiro de 2018.



segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Andar descalço na infância traz saúde?



O Ser Humano constitui a espécie que domina a locomoção bípede, em consequência o pé do Homem tem vindo a evoluir de forma a servir de base a uma marcha especializada. Por si só o pé é composto por 26 ossos, 33 articulações e 19 músculos, dispostos de modo a formar um arco longitudinal capaz de suportar a carga, espalhar pelo pé as forças experimentadas durante a marcha e deste modo controlar o equilíbrio e o movimento. 

A maioria da bibliografia relata que o desenvolvimento do arco plantar ocorre principalmente entre os 6 e os 8 anos, ainda que haja referências relativas a alterações morfológicas importantes durante a adolescência. Estudos realizados revelam que o calçado pode interferir com a capacidade funcional do pé humano com consequente alteração da marcha, por outro lado sugere-se que andar descalço reforça os músculos plantares, melhora a mobilidade do pé e aumenta a área de contato da planta ao solo, pelo que a distribuição das pressões é mais uniforme e numa maior área o que pode reduzir o risco de alterações anatómicas e funcionais do pé durante o desenvolvimento e em consequência na idade adulta.


Os pés são um dos principais elementos de equilíbrio do corpo, os seus receptores recebem e enviam estímulos para o sistema nervoso, que os processa e que por sua vez envia informação no sentido descendente, o que regula a pressão e a distribuição da carga destes em relação ao solo e ao centro de gravidade. Visto isto as informações podais regulam não só a sua a posição como também dos outros segmentos do corpo, pelo que qualquer alteração destes pode conduzir a modificações da postura e possíveis sintomas à distância.


Podemos ainda fazer referência à capacidade do pés respirarem quando descalços e deste modo evitar ou reduzir a incidência de fungos que se desenvolvem em ambientes mais húmidos e quentes.
Visto isto, defende-se que é positivo proporcionar momentos de pé descalço às crianças e adolescentes de forma a melhor desenvolver a arcada plantar e proporcionar força muscular, uma melhor mobilidade e distribuição da carga por todo o pé prevenindo deformações dos pés e corpo, em particular coluna. Deste modo, pode ainda prevenir o aparecimento de fungos dos pés e unhas. Podemos ainda referir o prazer que as crianças sentem quando andam descalças, o que pode proporcionar momentos de relaxamento.



terça-feira, 17 de outubro de 2017

Atleta e treinadora de papel recomenda tratamento com EPI





"São impressionantes os resultado do tratamento com Eletrólise Percutânea Intratisular (EPI). Como jogo Padel de alta competição e dou bastantes aulas, submeto o cotovelo a excessos de carga. Nos últimos dois anos, as dores aumentaram de tal ordem que me afastaram, durante seis meses, do campo. Após as primeiras sessões de tratamento, na Physioclem, senti a diferença. Regressou a confiança e conforto para pegar na raquete e voltar ao meu desporto, ao meu trabalho. Atualmente, mantenho o plano de exercícios indicados pelos fisioterapeutas e tenho conseguido manter os meus níveis de atividade”, testemunha a atleta Susana Dias.

Focada em aumentar a qualidade e a eficácia dos tratamentos, a Physioclem aposta na utilização da Eletrólise Percutânea Intratisular. Trata-se de uma técnica invasiva que, a partir de uma corrente galvânica, tem a capacidade de regenerar os tecidos inflamados/fibrosados. O seu princípio consiste em reiniciar o processo inflamatório para que, combinado com os estímulos externos e internos corretos sobre os tecidos lesados, este possa induzir uma correta cicatrização. Trata-se de uma técnica ecoguiada e realiza-se com a introdução de uma pequena agulha de acupuntura no local lesado, devidamente identificado, fazendo pequenas descargas elétricas.

Quais as lesões que podemos tratar com esta técnica?
  • Lesões musculares (roturas agudas e/ou crónicas);
  • Ombro doloroso (lesões do tendão da coifa dos rotadores);
  • Tendinopatías do tendão rotuliano e aquiles;
  • Lesões do cotovelo (epicondilite e epitroclite);
  • Lesões dos Ligamentos (entorses do joelho e tornozelo);
  • Fascites plantares;
  • Neuropatías compresivas (túnel do carpo por compressão do nervo mediano ou ciáticas por compressão do nervo ciático)
  • Lesões da coluna vertebral (hérnia discal lombar);
  • Periostite tibial.

O sucesso do tratamento depende, também, de uma análise cuidada da biomecânica corporal, bem como da prescrição correta de exercícios. Alguma dúvida sobre este tratamento, contacte o seu fisioterapeuta.



terça-feira, 5 de setembro de 2017

Ginástica Abdominal Hipopressiva: treino da musculatura postural e coordenação respiratória



Além das aulas de Pilates Clínico e de SGA (Stretching Global Ativo), a Physioclem convida-o ainda experimentar a Ginástica Abdominal Hipopressiva, acompanhada pela professora Joana Neto. As aulas de grupo decorrem na Rua Miguel Torga, em Leiria. As inscrições estão abertas*!


O QUE É A GINÁSTICA ABDOMINAL HIPOPRESSIVA?
É um sistema de treino direcionado para o treino da musculatura postural e coordenação respiratória, que, também ele, mantém o foco nos músculos da parede abdominal e do pavimento pélvico, sem aumentar a pressão intra-abdominal.
Deste modo, a sua especificidade de treino baseia-se num ritmo respiratório controlado, combinado com posturas de contração isométrica e intervalos de apneia respiratória, conduzindo à melhoria do tónus muscular, relaxamento e correção postural.

EM QUE CONDIÇÕES?
-Disfunções do pavimento pélvico: como a Incontinência urinária e o Prolapso dos órgãos pélvicos;
- Dor lombar;
- Perímetro abdominal e diástase abdominal exacerbados;
- Insuficiência venosa;
- Flacidez abdominal;
- Desregulação do trânsito intestinal.

QUAIS OS SEUS BENEFÍCIOS?
- Redução do perímetro abdominal;
- Melhoria do alinhamento corporal;
- Recuperação da diástase abdominal;
- Fortalecimento dos músculos abdominais e do pavimento pélvico;
- Melhoria da circulação sanguínea;
- Melhoria da capacidade respiratória;
- Melhoria da condição física;
- Melhoria da regulação do trânsito intestinal;
- Melhoria da função sexual.


-----

Fisioterapeuta Joana Neto - CV
Licenciada em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde de Leiria (2016)
Formação em Pilates Clínico Matwork MW1 e MW3 com certificação APPI, pela Bwizer (2016)
Formação em Terapias Miofasciais, pela Bwizer (2016)
Formação em Ginástica Abdominal Hipopressiva pela Low Pressure Fitness (2016)
Formação em Stretching Global Ativo: RPG aplicado ao Desporto, pela Bwizer (2017)
Formação no método de Introdução ao Conceito de Bobath em Pediatria pela Formaterapia (2017)

----

*Informações e inscrições sobre as aulas
As aulas decorrem na Rua Miguel Torna, lote 35, loja 33, em Leiria.
Mais informações e inscrições através do número 244 109 427 ou do email ana.amado@physioclem.pt



Saiba tudo o que o Pilates Clínico pode fazer por si




Na Rua Miguel Torga, em Leiria, a Fisioterapeuta Joana Neto* está também à sua espera para as aulas de Pilates Clínico, que reeducam, fortalecem e relaxam o seu corpo. Deixe-nos olhar pelas suas costas!

O QUE É O PILATES CLÍNICO?
Define-se como um método de controlo muscular, tendo como principal foco a manutenção e fortalecimento da musculatura estabilizadora da coluna, aliando-se a componentes de concentração, correção postural e coordenação respiratória, através de movimentos precisos e fluídos, permitindo o trabalho conjunto do corpo e da mente.
Pode ser realizado no solo, em equipamentos específicos ou com utensílios próprios, de modo a personalizar-se a intervenção adequada à condição do indivíduo e à sua progressão.

A QUEM SE DESTINA?
A indivíduos com ou sem disfunção, com alterações posturais, diminuição de flexibilidade e com dor de coluna, que pretendam reeducar, fortalecer e relaxar o seu corpo.

QUAIS OS SEUS BENEFÍCIOS?
- Correção postural Global;
- Diminuição de dor e desconforto;
- Aumento a flexibilidade através do alongamento global;
- Fortalecimento da musculatura profunda e superficial;
- Promoção da relação entre o corpo e mente;
- Promoção do processo de recuperação;
- Otimização da eficiência dos padrões de movimento, reduzindo o risco de lesões;
- Alívio de stress e melhoria de auto estima.

-----

Fisioterapeuta Joana Neto - CV
Licenciada em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde de Leiria (2016)
Formação em Pilates Clínico Matwork MW1 e MW3 com certificação APPI, pela Bwizer (2016)
Formação em Terapias Miofasciais, pela Bwizer (2016)
Formação em Ginástica Abdominal Hipopressiva pela Low Pressure Fitness (2016)
Formação em Stretching Global Ativo: RPG aplicado ao Desporto, pela Bwizer (2017)
Formação no método de Introdução ao Conceito de Bobath em Pediatria pela Formaterapia (2017)

----

*Informações e inscrições sobre as aulas
As aulas decorrem na Rua Miguel Torna, lote 35, loja 33, em Leiria.
Mais informações e inscrições através do número 244 109 427 ou do email ana.amado@physioclem.pt



Previna lesões e melhore a flexibilidade com Stretching Global Ativo




Na Physioclem, também encontra aulas de SGA, para que a sua postura seja a mais correta. Conheça os benefícios desta ferramenta, que destina-se a todos os indivíduos que apresentam alterações estruturais e desequilíbrios musculares. As inscrições estão abertas*!

O QUE É O SGA (Stretching Global Ativo)?
É uma ferramenta de correção postural, que nasceu da Reeducação Postural Global, criada por Philippe Souchard. Esta caracteriza-se pelo trabalho corporal direcionado às deformidades corporais e no alongamento de cadeias musculares retraídas, e torna-se uma alternativa aos alongamentos tradicionalmente conhecidos.
Assim, através da conjugação do estiramento muscular e do controlo respiratório, cada indivíduo participa ativamente num alongamento progressivo e não forçado com auto posturas, de modo global, pelo recrutamento simultâneo de vários músculos, sempre de acordo com as suas necessidades específicas.

A QUEM SE DESTINA?
A todos os indivíduos que apresentem alterações estruturais e desequilíbrios musculares, e que pretendam corrigi-los, bem como, melhorar a sua condição geral no dia a dia ou em contexto de treino desportivo, prevenir dores e desconforto corporal, prevenir lesões e melhorar a sua flexibilidade.

QUAIS OS BENEFÍCIOS?
- Melhoria da flexibilidade global;
- Diminuição a tensão muscular;
- Melhoria da postura e alinhamento corporal;
- Potencia ao desaparecimento das compensações e rigidez específicas;
- Potencia a ação muscular e o correto desempenho biomecânico.

-----

Fisioterapeuta Joana Neto - CV
Licenciada em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde de Leiria (2016)
Formação em Pilates Clínico Matwork MW1 e MW3 com certificação APPI, pela Bwizer (2016)
Formação em Terapias Miofasciais, pela Bwizer (2016)
Formação em Ginástica Abdominal Hipopressiva pela Low Pressure Fitness (2016)
Formação em Stretching Global Ativo: RPG aplicado ao Desporto, pela Bwizer (2017)
Formação no método de Introdução ao Conceito de Bobath em Pediatria pela Formaterapia (2017)

 ----

*Informações e inscrições sobre as aulas
As aulas decorrem na Rua Miguel Torna, lote 35, loja 33, em Leiria.
Mais informações e inscrições através do número 244 109 427 ou do email ana.amado@physioclem.pt